Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO

Por que conhecer Rio de Janeiro?

Existem motivos de sobra para você conhecer o Rio de Janeiro. Para muitos, é considerada como a porta de entrada para o país. Outros asseguram que a cidade é “um estado de espírito”. Exagero? Nada disso. Anualmente, milhares de turistas de todas as localidades do planeta desembarcam para desfrutar de seu Carnaval, do seu Réveillon, de suas belas praias e dos inúmeros pontos turísticos.

Onde ir?

O que fazer no Rio de Janeiro? São poucos lugares que conseguem reunir tantos pontos turísticos. Tem o Cristo Redentor, uma das sete maravilhas do mundo e que fica no localizado no Morro do Corcovado, a 700 metros de altitude. E o bondinho do Pão de Açúcar, que pode ser apreciado com uma deliciosa viagem do bondinho e que retrata os ângulos únicos da geografia do Rio. É, sem dúvida, uma das atrações mais conhecidas do Rio de Janeiro ao redor do mundo é o teleférico inaugurado em 1912. Os 30 quilômetros de orla muitas belas e famosas praias. De Copacabana, que registra uma das principais festas mundiais de Réveillon e que também tem o tradicional Hotel Copacabana, à Ipanema, imortalizada na voz de Tom Jobim e Vinicius de Moraes na canção “Garota de Ipanema”. Para quem ainda quiser mais praia, o final da tarde e o começo da noite podem ser apreciados das pedras do Arpoador, o canto mais famoso da já muito famosa Praia de Ipanema. Gosta de esportes? O Rio de Janeiro não é palco apenas do Maracanã, que recebeu duas finais de Copa do Mundo na história. É para poucos, não é? Com belos cenários naturais, a capital fluminense tem espaços de sobra para prática de esportes ao livre. Na Pedra da Gávea, por exemplo, você pode desfrutar de asa-delta, que sobrevoa a Barra da Tijuca. O Rio também é da noite e dispõe de muitos bares e casas noturnas. E a Lapa reflete toda sua boemia. A Região é um ponto de encontro dos apaixonados por samba e os diversos estilos musicais. Falando em música, o Rio é também como a ‘cidade do samba’, seja pelos tradicionais blocos de rua como pelo desfile das escolas de samba no Sambódromo. E tem mais: Praia do Leblon, Lagoa Rodrigo de Freitas, Barra da Tijuca, Teatro Municipal, Museu do Amanhã, Jardim Botânico. O Rio de Janeiro tem opção para todos dos gostos. Entendeu porque ganhou a apelido de ‘Cidade Maravilhosa’? Que tal conhecer esses e outros lugares da primeira cidade sul-americana a sediar uma edição dos Jogos Olímpicos?

Onde comer?

O Rio de Janeiro está entre os lugares que você não terá problema para escolher onde e o que comer. Os famosos bairros de Ipanema, Copacabana e Leblon concentram agradáveis restaurantes da gastronomia internacional. No Centro, Lapa e Botafogo reúnem espaços que apostam na culinária brasileira e nos pratos cultuados nos famosos ‘botecos’. Você encontra churrascarias, bistrôs, comida japonesa, italiana, portuguesa e os principais chefs do mundo. Tem lugar para todos os gostos e bolsos. Aliás, alguns espaços são bem tradicionais, como o Aprazível, que fica em Santa Teresa. Se você prefere uma boa carne, o Braseiro da Gávea, que leva o mesmo nome do bairro onde está localizado, é uma excelente opção. Já o Restaurante Lasai, em Botafogo, já figurou entre os melhores do mundo ao apostar em um menu baseado na sazonalidade e disponibilidade de suas hortas. Ou seja, o que e onde comer no Rio de Janeiro são perguntas fáceis de serem respondidas.

Onde ficar?

Onde ficar no Rio de Janeiro? Essa é uma pergunta frequente entre os turistas. A Zona Sul é um dos pontos mais procurados para se hospedar no Rio de Janeiro. Copacabana, Ipanema e Leblon estão praticamente “dentro da areia” e ficam próximos dos principais pontos turísticos. Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes também são ótimas opções, assim como Botafogo, Lapa e Santa Tereza, que concentram bares e uma vida noturna muito agitada.

DICAS DE Rio de Janeiro

Praias famosas

Do Lema ao Pontal. Tim Maia já havia expressado a importância dessa beleza natural fluminense. Sua orla é lotada de opções paradisíacas. E algumas são obrigatórias. Copacabana, Leblon, Ipanema e Barra da Tijuca não podem faltar em sua lista.

Pão de Açúcar

O complexo turístico é formado por três estações – a da Praia Vermelha, Morro da Urca e Pão de Açúcar – interligados por quatro bondinhos. Foi o primeiro teleférico instalado no Brasil. Ver o Rio de Janeiro do alto é, sem dúvida, algo espetacular.

Cristo Redentor

Quando se fala em visitar o Rio de Janeiro, não tem como deixar de pensar nesse cartão-postal, afinal de contas é uma das sete maravilhas do mundo. A escultura tem 38 metros de altura, além dos 710 metros do Morro do Corcovado . Obrigatória!

Lapa

Já ouviu falar em ‘pluralidade cultural’? A resposta está materializada no tradicional bairro da Lapa. Tem opções para todos os públicos, com suas inúmeras casas de shows dos diversos estilos musicais. A boemia ‘pulsa’ nessa região.

Ipanema

A praia de Ipanema, eternizada na música “Garota de Ipanema”, de Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Jobim, é um dos principais cartões-postais da cidade. Sofisticado e com uma intensa vida noturna, o bairro é repleto de bares e lojas comerciais.